“Só Deus mesmo para ter misericórdia da gente, porque nem igreja eles estão respeitando”. O desabafo é de uma fiel rendida junto com outras cinco funcionárias da Comunidade Sagrado Coração de Jesus, em Itapoã, Vila Velha, na Grande Vitória, durante um assalto na manhã desta segunda-feira (9).

As vítimas foram trancadas em um banheiro da igreja, enquanto o assaltante fugia com o dinheiro do dízimo. O valor levado não foi revelado pela coordenação da paróquia.

A secretária da igreja contou que o ladrão chegou ao local por volta das 8h30 oferecendo um roteador de internet. “Ele ofereceu o equipamento, disse que já possuíamos um e não tinha interesse. Ele ficou olhando, observando e insistiu. Disse que não era ladrão”, relatou a vítima.

Três pessoas estavam na sala quando o suspeito chegou pela primeira vez. Entre elas, dois homens. A coordenadora da igreja, uma aposentada de 68 anos, acredita que isso intimidou o bandido.

Pouco menos de uma hora depois, o suspeito retornou. Armado, ele já chegou anunciando o assalto e rendeu a secretária que desta vez estava sozinha.

O homem mandou a vítima ficar quieta e que o levar até a sala onde o dinheiro do dízimo estava sendo contado. No local, ele rendeu mais outras três pessoas.

Certo do que queria, o suspeito ordenou para as vítimas retirarem o lacre de segurança do envelope e entregarem o dinheiro que havia dentro.

Em seguida, desceu com as vítimas para o pavimento de baixo da igreja. Nesta área, estavam a coordenadora e mais duas funcionárias.

O assaltante mandou as vítimas entrarem no banheiro e fechou a porta, mas não trancou. Depois disso, fugiu do local levando o dízimo e mais três celulares.

As vítimas perceberam que a porta não estava trancada e foi então que saíram e acionaram a polícia e foram levadas para a 4ª Delegacia Regional de Vila Velha, onde foram orientadas a registrar ocorrência na Delegacia Patrimonial, em Vitória.

Este não teria sido o primeiro assalto à igreja . Nenhum suspeito ainda foi identificado pela polícia.

[b]Fonte: G1[/b]