A irmã Bárbara Markey, uma freira de 71 anos que ajudou a escrever um programa de preparação de casamento popular, foi presa sob a acusação de gastar inapropriadamente mais de US$300 mil em cassinos, presentes e viagens de avião.

Bárbara havia sido demitida da arquidiocese de Omaha em janeiro.

A prisão da freira do Estado de Nebraska fora justificada porque a religiosa gastou US$307.545 para uso próprio ou sem documentação. Parte do dinheiro foi gasto em adiantamento de dinheiro, cassinos, presentes, viagens.

O advogado de defesa, John Stevens Berry, disse que o caso é resultante de um desacordo sobre relacionado à propriedade da Foccus Marriage Preparation Program (Programa de Preparação de Casamento Foccus), o qual Bárbara ajudou a desenvolver. O programa é vastamente usado na Igreja Católica Romana. A religiosa foi acusada por roubo por engano, um delito que acarreta em até 20 anos de prisão e em multa de US$ 25 mil.

Fonte: Jornal de Itupeva