As freiras da região de Valência, na Espanha, processaram um padre por pedofilia. Esta é a primeira vez que religiosas fazem a denúncia antes da própria vítima mover a ação.

As religiosas que fazem parte da Ordem das Carmelitas Descalças declararam que seguiram a recomendação do Papa de levar à Justiça comum casos de abusos sexuais na Igreja.

A denúncia foi feita contra um padre que é suspeito de abusar sexualmente de um coroinha de 16 anos. O caso aconteceu em 2007, mas só agora veio à público. O padre tentou abafar o escândalo e pediu as freiras reconciliação, mas já foi afastado das funções.

Fonte: EBand