Os fundadores da Igreja Cristã Apostólica Renascer em Cristo, Estevam e Sonia Hernandes, podem voltar ao Brasil a partir de junho, quando terminam de cumprir o período de liberdade condicional nos Estados Unidos. A informação do advogado do casal, Luiz Flávio Borges D’Urso, foi divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

O casal foi preso em janeiro de 2007 no Aeroporto de Miami ao tentar entrar no país com US$ 56.467 escondidos em uma Bíblia, em CDs gospel e em duas bolsas. Condenados por conspiração e contrabando, passaram 140 dias em uma cadeia americana e cinco meses em prisão domiciliar.

O Ministério Público de São Paulo pediu a extradição para o Brasil, onde respondem por crimes como lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica mas uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o pedido.

Sonia e seu filho, Felipe Daniel Hernandes, respondem ainda a outro processo: a propriedade da torre de TV que pertence à Igreja Renascer e transmite a programação da Rede Gospel em São Paulo.

Segundo denúncia dos promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), apesar de ter sido construída com contribuições de fiéis, a torre pertence à FH Comunicações – empresa de Sonia e seu filho.

Fonte: Terra