Billy Graham faleceu em 21 de fevereiro de 2018, aos 99 anos
Billy Graham faleceu em 21 de fevereiro de 2018, aos 99 anos

O funeral do evangelista Billy Graham foi marcado por louvores e discursos emocionantes nesta sexta-feira (2). A última homenagem ao pastor contou com a participação de mais de 2 mil pessoas dentro de uma tenda, na Carolina do Norte.

A cerimônia foi iniciada ao meio-dia (14h no horário de Brasília) com a entrada do caixão do evangelista, que foi carregado por sua família. O funeral de 90 minutos contou com louvores e o discurso de seus filhos e alguns pastores.

“Eu acredito, do ponto de vista do céu, que a morte de meu pai é tão significativa quanto sua vida. E sua vida foi muito significativa. Mas acho que quando ele morreu foi algo muito estratégico do ponto de vista do céu”, disse a filha do evangelista, Anne Graham Lotz. “Eu acredito que Deus está dizendo: ‘Acorde igreja! Desperte mundo!’”

Entre o público estava o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o vice-presidente Mike Pence juntamente com suas esposas. Nenhum dos dois discursaram durante o funeral, mas se encontraram com a família Graham em particular.

O pastor Franklin Graham, que agora é presidente da Associação Evangelística Billy Graham, fez o principal discurso fúnebre falando sobre João 3:16 e focando na mensagem do Evangelho e incentivou as pessoas a se voltarem para Cristo convidando os presentes a tomarem essa decisão. Sua mensagem foi televisionada para todo o país.

“O Billy Graham que o mundo viu na televisão, o Billy Graham que o mundo viu nos estádios, era o mesmo Billy Graham que vimos em casa. Não havia dois Billy Grahams”, destacou.

O funeral começou a ser planejado há uma década com o próprio Billy Graham, e reflete o desejo de sua família de expressar o sentimento das cruzadas que o tornaram o pregador mais conhecido do mundo.

“Suas impressões digitais estão nesta cerimônia com certeza”, disse à ABC News o porta-voz da família, Mark DeMoss. “A família Graham, há muito tempo, pretendia que seu funeral acabasse sendo sua última cruzada”.

Mark DeMoss disse ainda que o desejo explícito de Billy Graham era que seu funeral ilustrasse e reafirmasse a mensagem do evangelho que pregou durante mais de 60 anos.

O funeral contou com as músicas de McCrary-Fisher, Michael W. Smith e Gaither Vocal Band. Todos eles foram amigos próximos da família e cantaram para Graham em sua casa nos últimos anos, disse DeMoss.

Outros convidados notáveis ​​incluem o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper e seu antecessor, Pat McCrory.

O evangelista foi enterrado ao lado de sua esposa em um jardim de oração na Biblioteca Billy Graham. Seu caixão foi construído por detentos da Penitenciária Estadual de Louisiana. Sua lápide declara: “Pregador do Evangelho do Senhor Jesus Cristo”.

Aproximadamente 13 mil pessoas — incluindo os ex-presidentes George W. Bush e Bill Clinton — passaram seu caixão durante uma exibição pública em Charlotte nesta semana. Na quarta-feira (1), Graham se tornou o primeiro líder religioso a receber honra no Capitólio dos EUA, em Washington.

Fonte: Guia-me