Uma revolta militar que teve inicio no Mali em 21 de março deste ano, liderada por grupos separatistas de etnia Tuaregue, resulta em dominio do norte do país por grupos radicais islâmicos

Acredita-se que facções jihadistas como Al Qaeda, e cerca de 100 dos membros do grupo radical islâmico Boko Haram, têm lutado ao lado dos rebeldes. Suas finalidades, claro, são religiosas, e por onde passam anunciam a imposição da Lei Islâmica (Sharia). Por enquanto, o norte do país está dominado pelos grupos rebeldes.

A violência e destruição praticamente forçou a população cristã das cidades de Gao, Kidal e Timbuktu, no norte de Mali*, a fugir para se salvar.

A ameaça islâmica aos cristãos é muito real, já que igrejas foram queimadas e diversos cristãos se tornaram alvo de agressões e ataques. Suspeita-se de seqüestros e da decapitação de um líder cristão. No entanto, esta informação não foi confirmada.

Pedidos de oração

• Ore pelos refugiados cristãos do Mali que têm fugido para países próximos como Burkina Faso, Mauritânia, Níger, Argélia, que encontrem aceitação e paz nesses países.

• Ore por proteção dos cerca de 260 cristãos que permanecem em Mali.

• Ore pelas crianças e todos os cristãos desalojados e refugiados, por sua adaptação aos novos ambientes e também para que Deus supra suas necessidades.

• Peça a Deus que haja paz em Mali, principalmente no norte do país. Ore também por todos os cristãos deslocados de suas casas por causa da guerra para que possam voltar e reconstruir suas vidas.

*Mali, cujo nome oficial é República do Mali, é um país africano sem saída para o mar na África Ocidental. Mali é o sétimo maior país da África. Limita-se com sete países, a norte pela Argélia, a leste pelo Níger, a oeste pela Mauritânia e Senegal e ao sul pela Costa do Marfim, Guiné e Burkina Fasso. Seu tamanho é de 1.240.000 km². Sua população é estimada em cerca de 12 milhões de habitantes. Sua capital é Bamako.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]