Por mais de 60 dias as águas do Rio Madeira alagou casas e deixou rastro de destruição no Estado.

Durante a Marcha para Jesus 2014 de Rio Branco, capital do Acre, o governador Sebastião Viana teve a oportunidade de subir no palco para contar um testemunho.

O político relatou que no começo do ano a apóstola Dayse Costa, da Igreja Renovada do Acre, esteve em seu gabinete para orar clamando a Deus para que Ele fizesse com que as águas do Rio Madeira baixassem.

[img align=left width=300]http://noticias.gospelprime.com.br/files/2014/05/governador-acre-309×200.jpg[/img]Por mais de 60 dias, entre o final de fevereiro e começo de abril, o rio alagou diversas cidades e se tornou a maior tragédia da Amazônia deixando um rastro de destruição.

Segundo o relato do governador foi depois da visita da apóstola em seu gabinete que as águas começaram a diminuir. Dayse teria dito: “Governador, eu quero fazer uma oração ao senhor, ao seu governo a esse momento difícil do Acre e vim lhe dizer que nós estamos intercedendo a Jesus e água do Rio Madeira vai baixar”.

Tião Viana garante que no dia seguinte as águas começaram a diminuir. “Parecia impossível naquele momento, mas no outro dia, meus amigos, as águas do Madeira começaram a diminuir”.

Mais de 25 mil pessoas acompanharam a Marcha para Jesus de Rio Branco que aconteceu na Via Chico Mendes seguindo até o Estádio Arena da Floresta onde um palco foi montado para a apresentação de shows gospel e de autoridades políticas e religiosas.

Neste momento o governador do Acre aproveitou para anunciar que a Marcha para Jesus entrou para o calendário oficial religioso do Estado, deixando os fiéis ainda mais contentes.

[b]Fonte: Gospel Prime com informações AC24horas[/b]