A Times Square em Nova York e a região da Baía de São Francisco receberam dois grandes outdoors com conteúdo voltado contra ações ateístas, promovido por grupo criacionista.

Os dois locais são pontos de convergência da atenção de consumidores norte-americanos e turistas, pelo grande número de pessoas que circulam nestas áreas.

A campanha publicitária foi encomendada pela Answers In Genesis (Respostas em Gênesis, em inglês), grande organização criacionista, que trouxe a proposta de dar uma resposta aos ataques de grupos ateus ao cristianismo, também por meio de anúncios.

[img align=left width=300]http://images.christianpost.com/portugues/middle/56373/answers-in-genesis.jpg[/img]”Os ateus têm sido muito agressivos na colocação de outdoors por todo o país, e alguns dos cartazes têm se voltado apenas em atacar o cristianismo”, relatou Ken Ham, presidente da Answers In Genesis.

Para Ham, alguns grupos ateus deixaram de lado sua causa de não crença em um Deus de qualquer religião, ao simplesmente criticarem o pensamento dos cristãos com ironia, abrindo um embate direto contra a pregação da Palavra e a liberdade de expressão da fé.

“Estamos em uma batalha. Estamos em uma guerra espiritual e sairemos empunhando nossas espadas, a Palavra de Deus, e assim nós pensamos que as pessoas devem nos ver publicamente, repassando nossa opinião”, acescenta Ham.

O out-door traz a seguinte mensagem: “Para todos os seus amigos ateístas: obrigado, Deus. Você está errado”, conforme divulgado pela organização. Nos próximos dias, a campanha deve se estender ainda pela cidade de Los Angeles, além de ganhar visibilidade através de redes sociais, como é o caso do YouTube e do Facebook.

Além de ir contra os discursos vistos como agressivos dos ateus, os anúncios tem o objetivo de mostrar a importância de Deus, diante de outros temas cotidianos como política ou economia.

“Eu não estou dizendo que estes temas (política ou economia) não são importantes, mas a questão mais fundamental é que as pessoas precisam voltar a honrar a Deus”, conclui Ham.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]