Pela primeira vez em muitos anos, um grupo de imigrantes judeus chegou a Israel em procedência do Irã, país inimigo do Estado hebreu.

Os imigrantes, cerca de 40 pessoas, foram recebidos por suas famílias, instaladas há muito tempo em Israel, no aeroporto Ben Gourion de Tel Aviv.

A comunidade judaica iraniana é uma das mais antigas do mundo. Ela tinha quase 100.000 membros antes da Revolução Islâmica de 1979.

Hoje, com cerca de 25.000 integrantes, ela é a segunda maior comunidade judaica do Oriente Médio, depois da de Isreal.

A Agência Judaica, uma organização paraestatal israelense encarregada de coordenar a imigração dos judeus da diáspora, inaugurou recentemente um site em língua persa dirigido aos judeus do Irã – um país que não autoriza seus cidadãos a viajarem a Israel – a quem prometeu ajudas financeiras para se instalarem no Estado hebreu.

Fonte: AFP