O foragido da Justiça de São Paulo, Marcos Luiz Barbosa, preso nesta segunda-feira (12), por policiais da Delegacia de Crimes Contra à Vida (DCCV) de Vitória, pode ser um dos envolvidos na morte de dois evangélicos, ocorrida no bairro Resistência, em Vitória.

O bandido foi capturado em uma casa, localizada, no Morro da Conquista, bairro da região da Grande São Pedro. A briga por pontos de venda de drogas na Região da Grande são Pedro pode ser uma das explicações para a tragédia. Os diáconos da Assembléia de Deus Erick Reis de Moura, de 28 anos, e Renato José Barbosa, de 39 anos, foram atingidos por tiros disparos feitos por criminosos durante tiroteio entre quadrilhas rivais.

A mulher de Renato, a dona de casa Márcia Cristina dos Santos, também de 39 anos, foi atingida com um tiro na perna e socorrida ao Hospital São Lucas. Ela já recebeu alta médica e hospitalar. Erick e Renato chegaram a ser socorridos por vizinhos, mas não resistiram. Os três foram baleados na noite deste domingo depois de saírem do culto da Assembléia, situada no bairro Resistência.

No momento dos disparos, Renato e outros parentes estavam conversando em frente à casa de um tio quando foi baleado. ele ainda teve tempo de mandar os filhos e a esposa entrarem na casa dos parentes antes de ser atingido com um tiro na cabeça.

Erick foi ferido com um tiro na axila, que perfurou o coração. Ele chegou ao PA de São Pedro, já sem vida. Renato foi levado para o Hospital das Clínicas e posteriormente transferido para o Hospital São Lucas, onde morreu pouco tempo depois.

Alvo errado

O titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Vitória, delegado Orly Fraga Filho, informou que equipes de investigadores estiveram no bairro Resistência em busca de pistas sobre o assassinato.

O delegado explicou que considera duas hipóteses como as mais fortes para a causa do crime. A primeira seria um guerra entre facções rivais pela disputa do tráfico de drogas na região. As vítimas teriam ficado na linha de fogo dos criminosos durante um possível confronto.

Outra hipótese seria uma possível vingança de traficantes. Uma mulher que estava com o grupo de evangélicos é ex-namorada de um criminoso. Os bandidos teriam atirado como forma de represália.

Testemunhas relatam que tudo aconteceu muito rápido. Um homem passou pela esquina da rua onde a família estava e começou a atirar, fugindo em seguida. Há suspeitas de que o alvo seria um traficante que residia nos fundos da casa.

Familiares e vizinhos, muito abalados, não se conformam com o ocorrido, por se tratar, segundo eles, de homens de bem, trabalhadores, com vida exemplar, que nunca tiveram problemas com ninguém. Eles eram membros da igreja há vários anos.

De acordo com moradores do bairro Resistência, os tiroteios são constantes. Os moradores afirmam ter acionado a polícia várias vezes, mas sem resultados.

“Não temos mais liberdade para sair do portão de casa. Estamos presos em nossas residências. Pedimos mais policiamento no bairro, mas não adianta. Não dá para saber quando será o próximo tiroteio”, afirma uma dona-de-casa, que não quis se identificar.

Prisão

No Estado de São Paulo, Marcos responde processo pelo crime de roubo. Ele chegou a ficar preso por um tempo mas fugiu em agosto de 2003 e, há cerca de seis meses, passou a se esconder no Espírito Santo. No Estado, o acusado também se envolveu em crimes e chegou a ser procurado por tráfico de drogas.

Segundo informações do delegado Orly Fraga Filho, o bandido pertencia a uma quadrilha que agia no próprio Morro da Conquista. Os criminosos desse bando seriam rivais de traficantes do bairro Resistência e São Pedro V e constantemente, promoviam disputas pelos pontos de venda de drogas.

Durante investigações, a polícia chegou ao nome de Marcos e, na manhã desta segunda-feira (12), uma operação foi montada e o acusado foi preso. Ele prestou depoimento na DCCV e agora aguarda vaga em algum presídio capixaba para ser transferido.

Fonte: Gazeta online