Suspeito também tentou aplicar o mesmo golpe em mulher de 87 anos. Polícia ainda não prendeu nem identificou o suspeito de aplicar o golpe.

Uma mulher de 77 anos foi vítima do golpe do vigário em Arapongas, na região norte do Paraná. Segundo a Polícia Civil, um homem chegou à casa da aposentada fingindo ser ajudante de um dos padres da cidade e disse que estava passando no bairro para recolher objetos e dinheiro dos moradores para benzê-los na igreja. Acreditando no suspeito, a aposentada entregou duas correntes de ouro. O golpe foi aplicado na terça-feira (10). Até as 17h desta quarta-feira (11), a polícia ainda não tinha prendido nem identificado o suspeito.

Como a aposentada frequenta a igreja com frequência, ela não desconfiou quando o suspeito disse que levaria as duas correntes de ouro para benzer. “Ele chegou como se fosse uma pessoa da igreja, foi pedindo coisas para benzer, abençoou um copo com água como se fosse padre. Depois pediu se eu queria benzer as correntes que estavam no meu pescoço e levou as joias “, relembra.

O suspeito também tentou aplicar o mesmo golpe em outra idosa, de 87 anos, mas a aposentada percebeu o problema a tempo e dispensou o homem antes de cair no golpe. “Ele chegou à porta e disse que estava ajudando o padre. Mas desconfiei”, relatou.

O padre Francisco, de 88 anos, pároco da igreja de Arapongas, nega qualquer tipo de pedido de doação ou de cobrança para realizar orações. O padre também afirma que não solicitou a fiés ou a seus auxiliares que realizassem esse tipo de ação na cidade. “Eu não atendo assim e não dei ordem para ninguém”.

Idosos também foram vítimas do mesmo golpe em Ibiporã, na região norte do estado, no início deste mês de setembro. Segundo a polícia, um rapaz se apresentou como um padre recém-chegado à cidade e roubou joias e dinheiro.

A Polícia Civil não soube dizer se foi a mesma pessoa que aplicou os golpes em Arapongas e em Ibiporã.

[b]Fonte: G1[/b]