Casal britânico processou donos, que alegaram ‘convicções cristãs’ para recusar quarto duplo.

Um casal de gays britânicos ganhou na Justiça uma ação contra um hotel que os proibiu de dividir o mesmo quarto.

Martyn Hall e Steven Preddy, que vivem em regime de comunhão civil, processaram o hotel The Chymorvah House, na Cornualha, depois que os proprietários se recusaram a permitir que o casal dormisse no mesmo quarto duplo, em setembro de 2008.

Peter e Hazelmary Bull, proprietários do estabelecimento, uma residência histórica na costa do vilarejo de Marazion, alegaram que a união do casal contrariava as suas convicções cristãs.

A Justiça de Bristol, onde vivem Hall e Preddy, entendeu que os donos do hotel agiram de forma discriminatória. Eles serão obrigados a indenizar cada um dos homens em 1,8 mil libras (cerca de R$ 4,8 mil).

Em um comunicado emitido após a decisão, o casal elogiou a decisão da Justiça contra o que chamaram de “discriminação direta” contra homossexuais.

“Quando reservamos o hotel, apenas queríamos um fim-de-semana relaxante, que é o que milhares de outros casais fazem todo fim-de-semana”, declararam.

“Como queríamos levar nosso novo cachorro, perguntamos antes se ele seria aceito. Nem nos ocorreu que, na Grã-Bretanha de 2008, precisávamos perguntar se nós também éramos.”

“O juiz Rutherford entendeu que a maneira como fomos tratados é um ato de discriminação direta e, portanto, contra a lei.”

[b]Fonte: BBC Brasil[/b]