O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que luta contra um câncer desde 2011, participou de uma missa em Barinas na quinta-feira (5), onde pediu que Deus lhe concedesse mais tempo de vida.

“Digo a Deus que se o que já vivi e enfrentei não foi o suficiente, aceito isto (a doença), mas dê-me vida, ainda que seja vida chamejante” (…) porque ainda me restam coisas a fazer por este povo e por esta pátria, não me leve ainda”, falou Chávez, que se mostrou muito emocionado e chorou durante a missa.

[img align=left width=300]http://images.christianpost.com/portugues/middle/2156/hugo-chavez-que-esta-se-submetendo-a-tratamento-contra-o-cancer.jpg[/img]Chávez, que tem 57 anos, esteve acompanhado de seus pais, os irmãos e filhas durante o evento religioso, que foi retransmitido através do canal de televisão estatal. O chefe de estado agradeceu pela realização da missa e pelas orações em seu favor.

Na ocasião, Cháves recordou o tempo em que deixou Barinas, sua terra natal, para o que chamou de “um caminho sem regresso”. De acordo com suas palavras, o câncer, doença que enfrenta, é uma ameaça que marca o fim do caminho de muita gente. Mas ele se disse otimista de que poderá vencer a doença.

O líder político esteve em Cuba nos últimos dias, onde foi submetido a mais um ciclo de radioterapia para tratamento da doença. Segundo o próprio Chavez, o tratamento ocorreu sem reações adversas.

Em 26 de fevereiro, o presidente venezuelano sofreu uma cirurgia onde foi retirada uma lesão de dois centímetros. A lesão foi detectada no mesmo local onde já havia sido extraído um tumor com células cancerígenas em junho do ano passado.

Chávez não permite que se revele o local e o tipo de câncer que o está acometendo.

O estado de saúde do presidente provoca incertezas na Venezuela, pois o país terá eleições presidenciais este ano. Entretanto, Chávez repetidas vezes afirmou que tem condições físicas para permanecer no cargo e chegar a seu sexto mandato.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]