A Igreja católica da Bolívia recomendou neste sábado que seus sacerdotes não celebrem missas para as chamadas “ñatitas”, crânios humanos que, para os proprietários, teriam poderes benéficos sobrenaturais, segundo uma antiga tradição andina.

Quem acredita no poder das “ñatitas”, assim chamadas por causa o achatamento dos crânios – muitas vezes roubados de cemitérios -, costumam construir altares em casa para acender velas e pedir proteção e bens materiais.

Os devotos também gostam pedir para os padres rezarem missas para suas caveiras todo 8 de novembro, uma semana depois da celebração católica do Dia de Todos os Santos.

A Conferência Episcopal da Bolívia pediu que seus padres orientem os fieis que não é necessáro ou conviente tirar restos humanos de seus túmulos e sim deixá-los que descansem em paz.

Fonte: Último Segundo