Em nota oficial divulgada nesta quinta-feira pela Arquidiocese de Campo Grande, o Arcebispo Dom Vitório Pavanello diz que a Igreja Católica Apostólica Romana não recomenda visitas à “Santa do Mel”.

“ …em nossa diocese não há nenhum santuário dedicado à Nossa Senhora de Fátima, concluindo que, as motivações às visitas a este “local” parte de iniciativas particulares, e não está em comunhão com esta Arquidiocese, por isso, a Igreja Católica Apostólica Romana não recomenda tais visitas”, diz a nota.

A reportagem do Campo Grande News apurou que a intenção da Arquidiocese de Campo Grande não é proibir as visitas e sim orientar para o fato de que o local não é considerado santuário e de que as celebrações lá feitas não são reconhecidas como missa.

A nota reforça ainda que Roosevelt Sá Medeiros, que tem feito celebrações no residência, não é mais sacerdote. “ … ele foi sacerdote, tendo sido afastado do Ministério, não podendo mais exercer os ofícios de sacerdote. Entretanto, o mesmo Sr. Roosevelt se uniu a uma seita que se auto-denomina “Igreja Católica Apostólica Brasileira” (ICAB), que não está em comunhão com a Igreja Católica Apostólica Romana”.

A Arquidiocese alerta que “ a participação nas celebrações ou qualquer outro rito realizado por este ex-sacerdote e por seus seguidores, que não estão mais em unidade com a Igreja Católica Apostólica Romana, incorre em pecado grave”.

A nota oficial esclarece ainda que a Arquidiocese demonstrou interesse em acompanhar o caso. “A Igreja se manifestou interessada em analisar o caso, excluindo a possibilidade em quebrar a imagem, como está sendo divulgado, porém, a família colocou-se contrária a esta iniciativa”. A declaração é em resposta a entrevista dada pela dona da imagem, , Sônia Diniz, que disse pensar em doar a Santa a outro país, por falta de interesse da Igreja em Mato Grosso do Sul.

Aniversário

A imagem de Nossa Senhora de Fátima passou a verter mel no ano passado. Desde o dia 16 de maio milhões de pessoas já passaram pela residência. A família já fala em doar a imagem para um outro país, porém não revela qual.

Amanhã haverá festa na casa, que será aberta com a oração de mil ave-marias, às 9 horas. Depois será servido cachorro-quente, pipoca e algodão. Às 14 horas haverá procissão, com saída da casa, na Rua Raposo Tavares, Bairro Vilas Boas. Os fiéis percorrerão uma quadra no bairro e depois irão rezar o terço e na seqüência uma missa, celebrada pelo senhor Roosevelt. Quem participar da festa receberá um pedaço de um bolo de dois metros, feito especialmente para a data.

Um show com a dupla Matos e Michel fecha as atividades alusivas ao Dia de Nossa Senhora de Fátima, que é comemorado dia 13 de maio. A casa é aberta à visitação da imagem das 13 às 16 horas, todos os dias.

Fonte : Campo Grande News