Um bispo ortodoxo búlgaro foi destituído depois da divulgação na internet de um vídeo que o mostrava e com quatro mulheres, anunciou a hierarquia da igreja.

O bispo Boris, superior do mosteiro de Bachkovo (sul da Bulgária), o segundo mais importante do país, é culpado de atos “indignos de seu posto”, afirma em um comunicado o Santo Sínodo.

O jornal Trud informou sobre o vídeo no qual o bispo Boris participava em uma orgia sexual com quatro mulheres.

Mais de 80% dos búlgaros pertencem à Igreja ortodoxa, abalada por escândalos há vários anos. A abertura dos arquivos comunistas, em janeiro de 2012, revelou que 11 dos 15 metropolitas que integravam o Santo Sínodo foram agentes ou colaboradores dos serviços secretos.

Um dos clérigos, Kiril, metropolita de Varna (leste), onde era conhecido por dirigir um automóvel de luxo americano, foi encontrado em julho do ano passado em uma praia do Mar Negro, aparentemente vítima de afogamento.

[b]Fonte: EM[/b]