O vice-presidente da Conferência Episcopal da Venezuela, Roberto Luckert León, advertiu na terça-feira que o presidente do país, Hugo Chávez, tentará vencer “de qualquer forma” o referendo de domingo sobre as reformas constitucionais.

O líder da Igreja Católica no país sul-americano acrescentou que Chávez tem apoio de grande parte da população graças ao seu “cheque em petrodólares”.

Entretanto o arcebispo da cidade de Coro acredita que Chávez possa sofrer uma grande derrota na plebiscito, que colocará para votação questões polêmicas como reeleição presidencial indefinida, propriedade privada e informação. As últimas pesquisas mostram que o “não” da oposição vencerá .

– A oposição tem contra ela a instituição federal, todo o governo e todos os poderes – acrescentou León.

Por sua vez, o presidente manifestou em comício nesta terça-feira confiança na vitória no domingo, e disse esperar que a oposição conteste o resultado .

A poucos dias do referendo, a tensão aumenta entre chavistas e oposicionistas. Na cidade de Valencia, um jovem foi morto a tiros na segunda-feira, supostamente por manifestantes adversários de Chávez.

Cerca de 80 pessoas foram presas na região. Segundo o vice-presidente, as “ações violentas” ocorrem porque a oposição está “desesperada porque sabe que o povo da Venezuela está com o presidente Chávez e dará respaldo à reforma”.

Fonte: Globo Online