Cristãos na Malásia
Cristãos na Malásia

Um político acusou cristãos de usar a igreja para espalhar falsas notícias e mentiras que denigrem a imagem do governo. Tal fato foi noticiado recentemente pelo portal de notícias Malaysian Insight.

Em resposta, o Conselho de Igrejas da Malásia (CCM, da sigla em inglês) publicou uma declaração na imprensa, dizendo: “As igrejas estão chocadas com a afirmação. Essa é uma afirmação infundada, que coloca em questão a integridade espiritual e o testemunho da igreja ao transmitir a fé de acordo com o evangelho conforme revelado nas Sagradas Escrituras”.

Usuários de redes sociais, inclusive não-cristãos, rebateram o político, que acabou dizendo que foi mal interpretado. Ele disse que somente aconselhava as igrejas a restringir suas atividades à religião e evitar espalhar calúnias, o que provocaria descontentamento contra o governo.

Desde o ano passado, há mais e mais relatos de incidentes como esse. Um pastor que ensina Teologia da Perseguição e Discipulado disse: “Por que estamos surpresos? O Senhor não falou que essas coisas aconteceriam no final dos tempos?”

A igreja pede para que orem pelos seminários sobre perseguição para cristãos e que através deles, os cristãos perseguidos da Malásia sejam preparados para responder com humildade e sabedoria a mentiras como essas.

Fonte: Missão Portas Abertas