Um grupo de extremistas hindus atacou uma igreja em Ganeshpura, distrito de Belgaum, Estado de Karnataka, Índia, no último dia 16 de agosto.

O pastor Sajan Philip, que preside o Centro Calvário de Oração, não estava no local no momento do incidente.

O grupo começou jogando pedras nas janelas e no telhado, destruindo tudo.

A esposa de pastor Sajan e as crianças estavam dormindo sobre o telhado e, ao ouvirem o barulho, se esconderam debaixo de uma cama, no quarto.

Ao saber do ocorrido, o pastor Sajan correu para casa e registrou uma queixa contra os extremistas na delegacia de polícia local. “Este é o terceiro ataque contra a igreja”, disse ele.

Sajan disse que a congregação não tinha feito muito barulho durante o culto daquele dia justamente para não chamar a atenção dos extremistas anticristãos locais.

A igreja a qual preside se reporta a Igreja do Evangelho Pleno, baseada em Thiruvalla, no Estado de Kerala.

Há entre 40 e 50 membros em Ganeshpura e o pastor Sajan vem ministrando ali há cerca de um ano e meio.

A organização está tentando construir uma escola infanto-juvenil, mas os extremistas da área vêm se pondo ferozmente.

Fonte: Portas Abertas