Membros de uma seita islamita são suspeitos pelo ataque, nesta sexta-feira, de uma igreja no norte da Nigéria, segundo um porta-voz militar.

Após um tiroteio, os agressores foram repelidos pelo exército. Ninguém se feriu.

“Os soldados tiveram êxito” ao evitar o ataque à igreja da cidade de Maiduguri, disse à AFP o tenente Abubakar Abdullahi.

“Um número não especificado de homens armados dispararam ao redor da igreja, e uma patrulha militar que estava na área respondeu”, relatou. O tiroteio durou alguns minutos.

“Os homens armados, que suspeitamos serem membros da (seita) Boko Haram, fugiram sem causar danos à igreja e sem ferir os fiéis”, destacou.

A seita Boko Hraam iniciou uma rebelião no norte da Nigéria no ano passado, e atribui-se a seus membros vários ataques realizados nos últimos meses.

[b]Fonte: AFP
[/b]