Americanópolis é um bairro simples da Zona Sul de São Paulo. Se fosse apenas pelo movimento, una avenida que liga a cidade ao ABC paulista passaria despercebida na rotina da metrópole.

Mas, à noite, algo chama a atenção em um de seus prédios: embaixo, funciona uma igreja evangélica; no andar de cima, um motel.

O motel chegou primeiro, mas a igreja é mais concorrida. Por dia, são 130 fiéis contra 50 clientes do motel, que cobra R$ 25 reais por um período de 12 horas.

A convivência é harmônica desde o fim do ano passado, quando o gerente do motel reclamou ao pastor que o barulho dos cultos estava atrapalhando o movimento. O volume foi reduzido.

Fonte: Jornal da Globo