O núncio apostólico no México, Dom Christophe Pierre, afirmou, depois de reunir-se com o governador de Sonora, Eduardo Bours, que embora a Igreja não esteja em crise, enfrenta tempos difíceis.

Em declarações à imprensa local, o prelado se referiu à mudança de valores que está afetando à sociedade mundial, que a coloca dividida entre a cultura da vida e a cultura da morte, encruzilhada na qual a Igreja tem um papel muito importante a desempenhar.

“É um chamado à Igreja, aos bispos e aos sacerdotes para que estudem melhor alguns assuntos, a fim de saber, realmente, onde nos encontramos, para resgatar alguns valores que a sociedade _ neste tempo de transição _ tende a perder” _ disse Dom Pierre.

Dom Pierre visitou o estado de Sonora, a convite da Arquidiocese de Hermosillo, para ordenar nove sacerdotes e dois diáconos, em cerimônia realizada na catedral metropolitana de Nossa Senhora da Assunção.

“Para mim, foi um acontecimento muito importante. Eu venho de um país _ a França, minha terra natal _ onde há uma crise vocacional. Então, me alegro muito pelo fato de hoje, o Arcebispo (Dom José Ulises Macías Salcedo) ter-me convidado para ordenar, junto com ele, nove jovens sacerdotes. Isso quer dizer que o papa me enviou a um país onde existe uma resposta ao chamado de Deus” _ acrescentou.

Fonte: Rádio Vaticano