Quarenta e uma mulheres foram alfabetizadas nos últimos seis meses pela Igreja Evangélica Reformada de Angola (IERA), no quadro do seu projecto de Educação e Desenvolvimento Comunitário, informou na última quarta-feira, à Angop, o responsável do centro social da instituição, Armando Domingos Bigi.

Segundo o responsável, a igreja está engajada nas matrículas para o segundo semestre que vai culminar no próximo ano, sendo sua pretensão alfabetizar pelo menos 200 pessoas por ano.

A IERA, adiantou, tem trabalhado com outras igrejas no sentido de encorajar os seus crentes e população em geral, que pretendem ser alfabetizados, a fazerem a sua inscrição, visando a luta contra o analfabetismo.

O projecto de alfabetização da IERA teve início em Fevereiro do ano corrente e prevê abranger os 16 municípios nos próximos anos, actualmente a acção está a ser realizada nos municípios do Uíge e Sanza Pombo.

Desde 2004, revelou Armando Domingos Bigi, que IERA proporciona outras formações nas áreas de informática, corte e costura, secretariado, língua inglesa e economia doméstica.

Fonte: Elnet