Uma igreja evangélica, localizada na Avenida Timbiras, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, foi flagrada, pela Eletrobras Distribuição Amazonas, com ligação clandestina de energia elétrica, após uma denúncia. Conforme a concessionária, o prejuízo causado foi estimado no valor de R$ 45.391,25.

[img align=left width=300]http://new.d24am.com/media/news/image/126694_697x437_crop_5858822ac7254.jpg[/img]A ação contou com o apoio da Delegacia Especializada no Combate Ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) e Perito do Instituto de Criminalística (IC). A unidade consumidora estava ligada diretamente a rede elétrica da distribuidora. Foi encontrado no local um ramal trifásico clandestino que alimentava o imóvel, caracterizando desvio de três fases antes da medição.

O responsável pela Igreja foi notificado a comparecer na delegacia para prestar esclarecimentos e a unidade consumidora teve o fornecimento de energia elétrica suspenso de imediato, conforme Art. 170 da Resolução 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.

[b]Fonte: D24am[/b]