[img align=left width=300]http://1.bp.blogspot.com/-wQf9jsTpoPc/U2IEKd74efI/AAAAAAAAOmI/KCMsYro2dQc/s1600/portas+fechadas+com+cadeado.jpg[/img]

A Segunda Vara da Fazenda Pública da Comarca de Curitiba atendeu pedido protocolado pela Promotoria de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente e determinou provisoriamente a imediata paralisação das atividades de uma igreja evangélica localizada no bairro Cidade Industrial de Curitiba, por falta de licença ambiental.

Depois de reclamações de moradores perturbados com o barulho produzido no templo, que fica na Rua João Dembinski, o Ministério Público verificou a falta de licenciamento.

A Promotoria de Justiça havia tentado resolver a questão extrajudicialmente antes de ajuizar ação solicitando a interdição do local, mas não teve êxito.

[b]Poluição sonora
[/b]
Além de deferir o pedido de interdição da igreja por falta do licenciamento, o magistrado determinou a produção de provas periciais e documentais para verificar se o templo está situado em local onde seja permitida sua atividade e também para checar se os cultos causam poluição sonora, com emissão de ruídos em níveis acima do estabelecido pela lei.

[b]Fonte: TN online[/b]