A Igreja Avivamento Mundial – Assembléia de Deus Ministério Boston foi condenada pela Justiça paulista em primeira instância a pagar R$ 42,8 mil à jornalista paranaense Alessandra Silvério como reparação por danos morais e materiais por conta do plágio de um artigo publicado em um jornal nos EUA.

Após ter sido divulgado na internet, um texto de Alessandra, elaborado originalmente como um trabalho acadêmico do curso de Jornalismo, acabou publicado em dezembro de 2003 sem sua autorização no jornal Mensageiro Cristão, voltado a fiéis brasileiros da igreja em Boston; pior: como sendo de autoria do editor do veículo. Ironicamente, o artigo versava sobre ética jornalística e, num dos trechos, dizia que “o jornalista deverá considerar como graves delitos plágio, deturpação maliciosa, calúnia, injúria, difamação e suborno em troca de publicação ou omissão de notícias (…). Mesmo assim, tais delitos continuam sendo feitos por jornalistas que não pautam pela ética no exercício da profissão”.

Os editores do jornal ainda acrescentaram um parágrafo ao texto dizendo-se satisfeitos por saber que os jornalistas brasileiros que servem à comunidade brasileira no exterior não praticam o plágio. Alessandra tentou um acordo extrajudicial nos Estados Unidos, mas houve recusa da igreja, que, agora condenada, terá que publicar em três jornais de Curitiba a errata sobre a autoria do texto.

Fonte: O Jornalista