A Igreja Mórmon concedeu pela primeira vez apoio a legislação em favor dos homossexuais, ao dar suporte a uma série de textos contra discriminação aos gays votados pelo conselho municipal de Salt Lake City (Utah, oeste dos Estados Unidos), cidade onde é sediada a igreja.

A posição da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (nome oficial da Igreja Mórmon) em favor dos homossexuais era, pelo menos, imprevista; a mesma igreja contribuiu com a proibição, em 2008, do casamento gay na Califórnia (oeste), financiando a campanha da oposição.

Segundo decisões aprovadas pelo conselho municipal de Salt Lake City, capital de Utah, os homossexuais da cidade não poderão mais ser demitidos do trabalho ou deixar de alugar uma casa, devido à sua orientação sexual.

“A Igreja apoia estas leis porque elas são justas e razoáveis e não violentam a instituição do casamento”, disse Michael Otterson, diretor de assuntos públicos da Igreja Mórmon.

Segundo um comunicado assinado por ele, a questão levantada por esses textos diz respeito “ao direito a um teto e ao direito de uma pessoa trabalhar sem sofrer discriminação” e que a igreja os apoiava “na essência”.

Sem empregar uma única vez a palavra “homossexual” ao longo de seu comunicado, Otterson precisou que o apoio dos Mórmons a esses textos não questiona a posição da Igreja sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Os legisladores de Utah tendem seguir as raras orientações da igreja sobre política legislativa. Assim, a iniciativa desta terça-feira pode ter efeitos amplos neste Estado altamente conservador, onde mais de 80% dos dos parlamentares e o governador são membros da igreja.

“O que aconteceu aqui hoje eu acredito que é um acontecimento histórico “, disse Brandie Balken, diretor do grupo de defesa dos direitos gays Equality Utah. “Eu penso que estabelece que nós podemos estar juntos em um terreno comum que não temos que concordar com tudo, mas há muitas coisas em que podemos trabalhar e ser aliados.”

A Igreja Mórmon possui 13 milhões de fiéis em todo o mundo, em particular em Utah, onde é a maior proprietária do setor imobiliário de Salt Lake City.

Fonte: Folha Online