A Igreja Mundial do Poder de Deus, do apóstolo Valdemiro Santiago, fechou acordo com a Rede TV para a transmissão de seus cultos na emissora aos domingos pela manhã, das 10 às 12h30, em rede nacional.

A compra do horário foi acertada por R$ 4 milhões ao mês. A Rede TV dividirá com a Mundial um satélite para as transmissões. Durante culto no último domingo (veiculado ainda pelo Canal 21), o vice-presidente da Mundial, Denis Munhoz, anunciou a nova programação, já neste final de semana, na Rede TV.

Procurada, a emissora não confirmou nem desmentiu a negociação. A Mundial não se manifestou. A igreja de Valdemiro foi atrás rapidamente de outra emissora, a fim de responder à perda de espaço em redes de TV para a concorrente Universal do Reino de Deus, a igreja do bispo Edir Macedo, da qual Valdemiro também fez parte, até 1998.

A igreja de Macedo tirou recentemente das mãos do ex-seguidor os espaços que ele mantinha na rede CNT e no Canal 21, do grupo Bandeirantes. No 21, a Mundial ocupava 23 horas diárias da programação. Pagava R$ 8,5 milhões ao mês. Em dificuldades financeiras, a Mundial passou a atrasar pagamentos à CNT e ao canal 21. A Universal, então, entrou no páreo. Fez ofertas vantajosas às duas emissoras e desbancou o concorrente.

Conforme revelou a coluna, na edição de 16 de outubro, ao menos 50 bispos e pastores da Igreja Mundial foram afastados por causa de denúncias de desvios de recursos. Ofertas feitas pelos fiéis não chegavam aos cofres do grupo religioso, conforme denúncias. Um integrante da Mundial, já afastado, teria tentado trazer de Angola para o Brasil US$ 1,1 milhão para comprar um imóvel em condomínio de luxo.

[b]Fonte: TN online[/b]