Pastor de templo roubado acusa ex-pastores de planejarem arrastões: ‘Se debandaram para lado do mal’

Uma quadrilha especializada em roubar igrejas começou a ser desarticulada na noite de domingo. Três integrantes do bando foram presos e o pastor do templo roubado, Anderson Araújo da Silva, de 32 anos, não tem dúvidas: “Eles têm ajuda de ex-pastores que infelizmente debandaram para o lado do mal”, afirmou.

A desconfiança do pastor é a mesma da missionária Fabiana Silva de Garcia Duarte, de 28 anos. “Os bandidos sabiam de rotinas internas que só quem já esteve do lado de dentro da igreja poderia saber”, revelou.

O culto de domingo já havia acabado na Igreja Mundial do Poder de Deus, na Avenida Engenheiro Heitor Antonio Eiras Garcia, no Jardim Esmeralda, Zona Oeste. Os três assaltantes chegaram em duas motocicletas e dominaram, na entrada da igreja, o guarda-civil metropolitano Edson Avelino da Cruz, de 42 anos, tomando-lhe o revólver, um tablet e um cartão bancário. Com uma réplica de pistola calibre 45, os bandidos dominaram cerca de 20 obreiros, que permaneceram na igreja para colocar ordem na casa. Havia muitas crianças no grupo. Uma delas, de cerca de 7 anos, escapou e conseguiu avisar a missionária Fabiana.

“Tranquei a porta de ferro e liguei para a polícia”, disse. O trio roubava R$ 300 em dinheiro e cartões bancários dos obreiros e exigia as chaves da igreja. “Deram tapas no rosto do auxiliar do pastor. Ele era o único que usava gravata diferente. Os bandidos sabiam que o pastor é quem usa gravata diferente”, disse Fabiana. A Polícia Militar prendeu Ramon Gledison de Jesus, de 25 anos, Alexsandro Ferreira da Silva, de 33, e Carlos Eduardo Oliveira Junior, de 23. Dois deles foram reconhecidos pelo pastor Fábio Diolino, da mesma igreja, no Jardim Arpoador. Em janeiro, igreja da Lapa, também na Zona Oeste, foi assaltada.

[b]Fonte: Diário de São Paulo[/b]