Uma entidade ateísta lançou recentemente uma campanha de incentivo ao abandono das comemorações natalinas, chamando-as de “contos de fada”.

Em resposta, uma igreja resolveu usar as características dos ateus para contra-atacar.

A Grace Church, da cidade de cidade de Alma, no Arkansas (EUA), publicou um anúncio em um outdoor com a frase: “Questões? Dúvidas? Curiosidade? Tudo isso é bem-vindo em nossa igreja”.

De acordo com o comunicado oficial publicado pela Grace Church, a proposta é atrair as pessoas que estão fora da igreja.

“Nosso objetivo não é se opor à mensagem deles [ateus], mas sim a responder com amor e apoio. Nós, na verdade, damos as boas-vindas à sua vontade de apoiar aqueles que se sintam alienados pelos crentes e comecem o debate entre os ateus e as comunidades cristãs”, dizia trecho do documento.

De acordo com o Christian Post, o pastor Devon Walker, líder da Grace Church, revelou que o custo da publicidade com a campanha em resposta à provocação dos ateus foi de US$ 900,00 (equivalente a R$ 2.390,22 de acordo com a cotação atual do dólar). O outdoor ficará exposto por duas semanas.

“Tivemos pessoas que decidiram adentrar à igreja, mas temos também tivemos apoio fora dela. Tivemos pessoas do Texas e Flórida, que já nos chamaram e ofereceram nos apoiar financeiramente”, disse Walker.

A investida dos ateus contra o Natal faz parte de uma estratégia de “guerra contra o Natal”, segundo o pastor Franklin Graham. Em recente entrevista, ele afirmou que uma perseguição religiosa está em curso nos Estados Unidos. “Lojas, escolas e comunidades em toda a América do norte continuam a encontrar novas razões intolerantes para remover todas as referências religiosas do Natal, retirando-lhe qualquer significado sagrado ou histórico das músicas cristãs, orações e outras conexões espiritualmente vitais do Senhor Jesus Cristo”, alertou.

[b]Fonte: Gospel +
[/b]