A Renascer em Cristo confirmou que o meia Kaká, do Real Madrid, e sua mulher, Caroline, deixaram a igreja alegando “problemas pessoais”.

A decisão havia sido divulgada neste sábado (4) em reportagem da revista Veja. O jogador não se pronunciou sobre o assunto no Twitter, seu principal meio de comunicação com os fãs.

Em nota oficial, a igreja comandada pelos pastores Estevam e Sonia Hernandes informa que foi comunicada na quinta-feira (2) da decisão do casal. Kaká esteve no Brasil na semana passada, mas retornou à Espanha para a fase final de recuperação de uma cirurgia no joelho, que o afastou dos jogos desde a Copa do Mundo.

Kaká ficou famoso por suas manifestações religiosas em campo, com camisas com o nome “Jesus” por baixo dos uniformes de jogo. Hoje, mensagens religiosas em campo são proibidas pela Fifa.

Leia a nota emitida pela Renascer:

“A Igreja Apostólica Renascer em Cristo confirma que Kaká, um dos maiores craques do futebol internacional, desligou-se de nossa comunidade. A decisão foi comunicada pelo próprio Kaká à liderança da Renascer nesta quinta, dia 2 de dezembro. Kaká, que aqui foi batizado, que aqui cresceu, que aqui se casou, que merece todo o nosso carinho e respeito e cujos pais aqui se mantêm, diz ter tomado a decisão por problemas pessoais.

O apóstolo Estevam Hernandes e a bispa Sonia Hernandes abençoaram Kaká e sua família, com quem continuam mantendo uma relação de amor e respeito.”

[b]Fonte: R7
[/b]