A Igreja Universal do Reino de Deus não se contenta apenas ganhar novos fiéis e ter uma poderosa rede de TV, a Record. Não se contenta também em comprar cinemas e supermercados falidos para montar seus templos país afora. Liderados pelo bispo Edir Macedo, a igreja agora se volta para outros ramos comerciais e rentáveis como postos de gasolina.

Segundo se comenta em Cuiabá, a Universal comprou pela bagatela de R$ 35 milhões 18 postos que tinham a bandeira da Petrobrás em Cuiabá. Alguns deles estavam em situação precária, quase fechados, falidos mesmo.

O foco da clientela da Universal com os novos postos é abastecer os carros de todos os seus fieis seguidores. Mas vai aproveitar também para conquistar novos fiéis. Dizem que contam com uma pesquisa que mostra que em postos de gasolina entre o abastecimento de gasolina, álcool, diesel e troca de óleos e lavagem de carros é possível convencer os usuários a mudar de religião, indo, claro, para a Universal.

A decisão da igreja em comprar os postos vai ser bom para Cuiabá. Primeiro porque pode aumentar a arrecadação municipal. E segundo pelo aumento da oferta de emprego. O problema é que para trabalhar no posto, segundo os comentários o interessado tem de ser pastor, obreiro ou fiel seguidos das idéias do Bispo Edir Macedo que está mandando para Cuiabá pastores de sua estrita confiança para administrar os postos universais e religiosos e a contratação de pessoal, todos, claro, também universais

Fonte: A Notícia Digital