De acordo com o colunista da revista Veja, Lauro Jardim, a Igreja Universal estaria obrigando obreiros a separarem parte das ofertas para comprarem exemplares do livro Nada a Perder nas livrarias.

O livro Nada a Perder, do bispo Edir Macedo, tem se mantido entre os mais vendidos no Brasil e batido recordes de vendas no exterior.

Porém, segundo o jornalista Lauro Jardim, colunista da revista Veja, os números expressivos alcançados pela publicação estariam sendo forçados pela Igreja Universal do Reino de Deus.

De acordo com Jardim, a Universal estaria obrigando obreiros a separarem parte das ofertas para comprarem exemplares do livro Nada a Perder nas livrarias.

Classificando a iniciativa como um “empurrãozinho”, Jardim é taxativo em sua afirmação: “A igreja tem obrigado alguns obreiros a pegarem ofertas nas igrejas e ir a uma livraria comprar a obra”.

Desde o começo, a Igreja Universal participou do lançamento do livro, promovendo eventos de divulgação em presídios, por exemplo, com a presença do bispo Macedo. Os próximos volumes da trilogia biográfica de Edir Macedo serão lançados em 2013 e 2014.

A assessoria de imprensa da Igreja Universal do Reino de Deus não retornou os contatos para dar um posicionamento a respeito do assunto.

[b]Fonte: Gospel +[/b]