Um templo da IURD de Gaia construída no centro da cidade está numa luta com a Câmara porque não quer pagar as taxas urbanísticas.

A igreja Universal do Reino de Deus (IURD) construiu um templo no centro da cidade de Gaia mas não pretende pagar à Câmara Municipal as taxas municipais no valor de 110,5 mil euros.

[img align=left width=300]http://static.noticiasaominuto.com/stockimages/615×230/naom_50d71821c7ad4.jpg[/img]O centro de ajuda espiritual teve um investimento de 12 milhões de euros e desde há cerca de três anos que procura evitar o pagamento da dívida.

O primeiro pedido de isenção da IURD foi apresentado no ano de 2012 para duas prestações em débito e concedida pelo antigo Executivo camarário. Contudo, a igreja quer um perdão ainda maior.

Depois de vários avisos, a autarquia emitiu, em janeiro deste ano, uma certidão de dívida de modo a avançar com a cobrança coerciva, sendo que a IURD voltou a pedir dispensa de pagamento.

A igreja procura defesa na lei, frisando que os lugares de culto ou espaços para atividades religiosas estão isentos de impostos. Contudo o executivo camarário não se convence com os argumentos, já que esta lei é para o Imposto Municipal sobre Imóveis e não para taxas urbanísticas.

Fonte: Minuto ao Minuto – Portugal