A fé move montanhas, forma cabeleireiros, prepara para concursos públicos e deixa em forma fiéis de São José do Rio Preto. São igrejas católicas e evangélicas que oferecem cursos para complementar os ensinamentos espirituais.

A vida da aposentada Ester Viana Miguel, 75 anos, ganhou novo fôlego depois que ela passou a freqüentar aulas de ginástica oferecidas na Basílica de Rio Preto.

“Fico mais disposta, fiz amigas, vou a festas. Meu dia ficou muito mais alegre, sem falar em como minha saúde melhorou”, diz Ester.

As aulas são realizadas em uma sala de aula ao lado da Basílica. São duas turmas com 20 alunas. As mais dispostas chegam às 7h. Para aquelas que não querem acordar tão cedo, os exercícios começam às 8h.

A aposentada Adelaide Aparecida Bertelli, 75 anos, não perde uma aula. “O rosto mostra minha idade, mas a mente nem de perto é de uma pessoa de 75 anos. As aulas me ajudam muito”, diz. “Não basta rezar e não cuidar da saúde. Deus faz a parte dele, preciso fazer a minha.”

A professora de educação física Mirela Peres, 27, conta que a aula vai além dos exercícios. Durante o encontro, as alunas trocam experiência e até mesmo receitas. “Elas previnem a osteoporose e se mantêm alegres, cheias de vida”, afirma. “É muito enriquecedor.”

Além da aula de ginástica, a Basílica oferece aulas de ioga e atende crianças em uma escola infantil que mantém em parceria com a Secretaria de Educação de Rio Preto.

“Temos uma psicóloga e uma fonoaudióloga que atendem as crianças e seus pais de maneira voluntária”, diz a freira Ednalva Gomes da Silva, coordenadora da escola Elmaz Nakhl Tarraf.

Na 2ª Igreja Presbiteriana, são oferecidas aulas de português e matemática para concurso público.

“As pessoas têm necessidades materiais. Quando elas são supridas, as portas espirituais se abrem”, diz o pastor Adair Ordontis Dias.

Teatro e dança melhoram convivência

Para melhorar a convivência entre os freqüentadores da Igreja Adventista, foram criados grupos de teatro e de coreografia.

Nos encontros, jovens preparam cenas bíblicas que são apresentadas durante encontros religiosos em Rio Preto e cidades da região.

“Meu filho era muito tímido. Depois que entrou no grupo de teatro está mais falante, desinibido”, afirma Cláudia Patrícia de Mattos, 37 anos.

Além do curso de português e matemática, a Igreja Presbiteriana oferece cursos de cabeleireiro, manicure, corte e costura e oficinas de trabalhos manuais.

As aulas, abertas a toda a comunidade, ocorrem às segundas e terças-feiras.

“Atendemos freqüentadores de nossa igreja e pessoas de outras religiões”, afirma o pastor Adair Ordontis Dias. “O que vale é a intenção.”

Na igreja do Evangelho Quadrangular, os fiéis se uniram para manter a comunidade Vida Nova, que atende dependentes químicos.

“Sem a parte social, perdemos a noção do trabalho ensinado por Cristo, que nos ensinou a ajudar o próximo”, diz o pastor Paulo César Grassi.

A comunidade atende 19 pessoas e é mantida por meio de doações, além de voluntários. Atendimentos psicológico e médico realizados por meio da rede pública.

Fonte: Instituto Jetro