As principais Igrejas na Alemanha _ Católica e Evangélica _ apresentaram ontem, perante o Tribunal Constitucional, um recurso que pede o fechamento dos comércios aos domingos.

Em 2006, o governo de Berlim aprovou uma normativa especial, mediante a qual libera totalmente os horários de venda ao público, de segunda a sábado, estabelecendo ainda, a possibilidade de abertura em 10 domingos no ano.

A Igreja Evangélica de Berlim-Brandemburgo e o arcebispado da capital alemã sustentam seu pedido, com base na Carta Magna, que estabelece o domingo como um dia de descanso físico e espiritual.

Em prática, muitas lojas abrem _ todos os domingos _ ao público da capital, tanto nas estações ferroviárias como em numerosos pontos turísticos.

Fonte: Rádio Vaticano