Igrejas de mais 100 países vão se unir em oração, no dia 21 de setembro, pelo “fim da violência e por uma paz duradoura no mundo”, no marco da Década para a Superação da Violência, promovida pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

“Orar pela paz é uma parte essencial do culto cristão e, certamente, da existência humana”, disse o secretário geral do CMI, pastor Samuel Kobia, ao convidar as igrejas a participarem do Dia Internacional de Oração pela Paz.

Kobia conclamou as igrejas a se conscientizarem “da violência na América Latina, mas também a orar pelas crianças, idosos, mulheres e homens que sofrem no Oriente Médio”.

O lema desse ano, “… e ainda buscamos a paz”, foi proposto pelas igrejas da América Latina, região eleita como foco da Década em 2006.
O Dia Internacional de Oração pela Paz é uma oportunidade para que as igrejas em todo o mundo orem e atuem unidas em favor da paz duradoura nos corações das pessoas, suas famílias, comunidades e sociedades, diz nota do CMI.

Fonte: ALC