O surgimento de uma imagem nos vidros da janela de uma igreja evangélica da Congregação Cristã de Brasil, em Capão Bonito, região de Sorocaba, virou polêmica e passou a atrair um grande número de curiosos.

Segundo os moradores, a “aparição” teria sido notada pela primeira vez na segunda-feira, quando os responsáveis pelo templo, recentemente construído, mandaram lavar a vidraça, mas a mancha colorida, sugerindo a figura de Nossa Senhora, mãe de Jesus, continuou lá.

Os evangélicos determinaram a remoção da janela, gerando revolta entre os fiéis católicos da cidade. A Congregação não cultua santos ou imagens.

Em pouco tempo, a notícia se espalhou e as pessoas formam fila para ver a santa, que só é enxergada pelo lado de fora do templo.

O vidraceiro Gerson da Cruz, que fez o serviço na janela e é evangélico, diz que a mancha deve ser resultado da lavagem com uso de detergente ou solvente. Mas ele quase foi apedrejado por populares, na porta da igreja.

Para aumentar a crença de que isso é um “aviso divino”, os moradores lembram que o bairro se chama Aparecida, em homenagem à padroeira do Brasil. E que o fenômeno ocorre no local onde havia, há muitos anos, uma capela dedicada à Nossa Senhora.

Ontem, mais de 200 pessoas se reuniram no local para rezar o terço. O padre Henrique Helbboot foi diplomático: “quem sabe Nossa Senhora quer dizer que ama a todos, indistintamente”, disse aos fiéis.

Fonte: Bom Dia Sorocaba