imagem meramente ilustrativaAs imagens pornográficas de Jesus Cristo, Maria e outros personagens bíblicos causaram polêmica na Espanha. As figuras se encontram em dois livros de autoria do artista José Antonio Montoya.

A direita espanhola descreveu-as como “extremamente nauseabundas” e diz que foram financiadas pela administração socialista de Estremadura, na região oeste do país.

Algumas das imagens representam Jesus como um transexual se masturbando, o arcanjo Gabriel ejaculando na Madona, São João da Cruz abandonando-se ao sexo oral e Maria Madalena acariciando os genitais de Cristo depois da descida da cruz.

Os dois livros foram feitos em 1998 e 2003, época em que não suscitou grandes reações. Porém, agora, as denúncias do Partido Popular (PP) acontecem a dois meses das eleições locais e têm o objetivo de minar o candidato à prefeitura de Badajoz, o socialista Francisco Muñoz, que escreveu o prefácio de uma das duas obras.

A denúncia do PP fez com que o presidente da Comunidade de Estremadura, Juan Carlos Rodriguez Ibarra, se desculpasse publicamente, o que Ibarra já havia feito anteriormente, e provocasse a igreja católica local, que definiu as imagens como “blasfemas” e “ofensivas à fé”.

Montoya, por sua vez, afirmou que “não se trata de imagens pornográficas, mas de críticas à instituição católica” e que não teve “a intenção de ofender ninguém”.

Fonte: Folha Online