O número de ataques contra as comunidades religiosas da Sérvia aparentemente diminuiu, de acordo com o último levantamento anual feito pelo Forum 18.

Porém, os ataques registrados estão mais violentos e, assim como nos anos anteriores, membros de minorias religiosas são os principais alvos.

A polícia continua aparentemente pouco disposta a proteger os membros de minorias religiosas ou locais religiosos sob risco de ataques. Até mesmo os locais que já foram atacados.

No passado, membros de igrejas foram espancados e apunhalados nos próprios lugares de culto e alguns sofreram incêndios premeditados.

Foram roubados alguns lugares de culto da Igreja Ortodoxa, mas a maioria dos ataques ocorreu contra igrejas protestantes, católicas, e minorias religiosas como judeus e testemunhas de Jeová.

Comunidades religiosas às vezes relutam em informar os ataques à polícia ou trazê-los ao conhecimento do público.

Minorias religiosas reclamaram ao Forum 18 que mesmo quando os vândalos são identificados, por serem jovens, a polícia e os tribunais locais freqüentemente respondem que “as crianças estavam bêbadas” e normalmente os agressores recebem só uma pequena multa.

Fonte: Portas Abertas