Um mês após o incêndio que destruiu parte da estrutura física do Instituto Metodista Centenário (IMC), de Santa Maria, os estudantes foram acomodados na própria instituição, que também adquiriu 60 novos computadores para uso no laboratório de informática, consumido pelo fogo.

O relógio do Centenário, presente na vida da escola desde a sua fundação, em 1922, foi salvo das chamas, o que não aconteceu com o museu histórico do IMC. O relógio é o símbolo da campanha deflagrada na comunidade para a coleta de bens e documentos que se reportem aos 85 anos de existência do Centenário, para a reconstituição do museu.

A rápida recuperação do IMC só foi possível graças ao trabalho em rede desenvolvido pelas instituições metodistas do Rio Grande do Sul, avaliou o diretor de unidade da instituição, Sander Neves. A representante da Pastoral Escolar e Universitária, Fátima Martins, destacou a mobilização da comunidade de Santa Maria, cidade localizada a 300 km de Porto Alegre, como fundamental ao processo de retomada das atividades.

A direção da Rede Metodista de Educação do Sul aguarda laudos das perícias realizadas no complexo atingido pelo fogo, o que deverá ocorrer em julho ou agosto, para decidir o destino do prédio destruído. “A idéia é reconstruir a estrutura mantendo sua identidade histórica. Vamos esperar o término das avaliações e torcer para que isto seja possível”, disse a diretora geral da rede, Adriana Menelli de Oliveira.

O Colégio Metodista Centenário foi aberto em 27 de março de 1922 pelas missionárias norte-americanas Eunice Andrew e Louise Best. A escola tinha, então, sete alunas. Em setembro do mesmo ano teve início a construção de prédio para abrigar o educandário.

Em abril de 1998, o Colégio recebeu a Faculdade Metodista de Santa Maria (Fames), que, juntos, formam o Instituto Metodista Centenário e atendem 1.800 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Superior. A Fames começou com dois cursos e hoje conta com cinco carreiras: Administração, Direitos, Educação Física, Letras e Sistemas de Informação.

O incêndio num dos prédios do IMC ocorreu na madrugada do dia 16 de maio. Ninguém ficou ferido.

Fonte: ALC