O Pastor Eliezer, da Igreja Assembleia de Deus, recebia cartões bancários para que sacasse os proventos das vítimas.

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o Pastor Eliezer, da Igreja Assembléia de Deus, acusado de ter aplicado golpe de apropriação indébita contra os indígenas José Pantoja Kaapor e Faustino Rossi Kaapor, ambos residente na Aldeia Axynagwjrenda, no município de Centro do Guilherme, onde são professores e tradutores.

De acordo com a polícia, o pastor há um bom tempo realizava cultos e eventos religiosos na Aldeia. Ainda segundo informações, Eliezer como era conhecido, após ter adquirido confiança dos indígenas, recebeu os cartões do Banco do Brasil para que o suspeito sacasse os proventos das vítimas.

De acordo com a polícia, o falso pastor se deslocou até o caixa eletrônico do Banco do Brasil, na Cidade de Governador Nunes Freire, em seguida teria sacado as importâncias de R$ 490,00 e R$ 740,00, respectivamente, datados na manhã de sexta feira (10), por volta das 8h, conforme identificaram os extratos. O pastor devolveu os cartões e as senhas, informando aos indígenas que não havia dinheiro depositado nas contas referentes.

O delegado Sebastião Porfírio, da Regional de Zé Doca, já encaminhou o Boletim de Ocorrência para a Delegacia de Centro do Guilherme para que os fatos sejam apurados.

[b]Fonte: Jornal Pequeno[/b]