Cerca de 150 padres católicos e membros de ordens religiosas da principal diocese da Irlanda estão sob suspeita de ter cometido abuso sexual de menores nos últimos 67 anos, segundo dados divulgados nesta terça-feira.

As informações da diocese de Dublin foram reveladas dias antes de audiências oficiais centradas na maneira como a Igreja administrou os abusos, nas quais também serão considerados os testemunhos de vítimas.

Autoridades eclesiásticas asseguraram que foram feitas acusações pontuais contra 74 padres da diocese de Dublin e, além deles, há mais de dez suspeitos.

Outras acusações foram formuladas contra 61 funcionários eclesiásticos que trabalharam na mesma diocese no passado. Oito padres já foram sentenciados e outros três estão sendo julgados.

Um total de 112 ações civis foram movidas contra 32 padres da diocese de Dublin –72 já foram concluídas e 40 ainda estão em andamento.

Segundo a diocese, o custo total dos acordos legais com as vítimas alcança os 7,8 milhões euros (US$ 10,6 milhões)

Fonte: Folha Online