Grande parte de Israel parou por dois minutos nesta quinta-feira, ao som de uma sirene, para homenagear, como em todos os anos, a memória dos seis milhões de judeus mortos no Holocausto nazista.

De Haifa, norte do país, a Beersheba, na região de Neguev (sul), passando por Jerusalém e todos os kibutzim (fazendas coletivas) do país, a sirene que marca o “Dia da Recordação dos Heróis e Mártires” começou a soar às 10h locais (4h de Brasília).

Ao escutar o sinal, os judeus israelenses, com raras exceções, interromperam suas atividades no lugar em que estavam – os motoristas desceram dos veículos e os pedestres interromperam suas caminhadas.

Este foi o evento mais importante do dia dedicado a Shoah, que começou na quarta-feira à noite com a tradicional cerimônia oficial em Yad Vashem, o memorial erguido em Jerusalém em memória dos judeus vitimados pelos nazistas, e que deve terminar na noite desta quinta-feira.

Fonte: AFP