Uma âncora de um canal de notícias norte-americano gerou enorme discussão nos EUA depois de destacar, durante seu telejornal, que “Jesus era um homem branco” e que ela gostaria de deixar isso bem claro para as crianças.

O assunto veio à tona quando Megyn Kelly, famosa jornalista do canal Fox News, debatia a respeito do artigo intitulado “Papai Noel não deve ser um homem branco nunca mais”, escrito pela autora Aisha Harris que defende a ideia de que um Papai Noel branco perpetua a cultura de que a sociedade americana se restringe a uma raça.

Segundo Harris, a figura de Papai Noel deveria ser substituída por algum personagem de Natal neutro, como um animal, como é o caso do Coelhinho da Páscoa. Para a escritora, a escolha de alguma espécie da fauna polar, como um pinguim, por exemplo, seria mais abrangente e amigável, e desligaria a imagem racista.

Ao discutir o tema com seus colegas de bancada, Kelly disse que achou graça da interpretação a respeito do fato de Papai Noel ser branco, pois acha um exagero a ideia de racismo, além de considerar ridícula a intenção de trocar uma das principais figuras do Natal.

Na sequência de sua argumentação, a apresentadora então afirma para as crianças que “só existe o Papai Noel branco, mesmo que exista uma pessoa dizendo que ele deveria ser substituído por um Papai Noel negro.

Ao complementar seu raciocínio, ela ainda ressalta que uma única opinião não pode mudar todo o contexto da memória de uma cultura e as tradições transmitidas de uma geração para outra, pois não se pode ignorar que Jesus Cristo existiu e o fato dele ser branco é algo historicamente estabelecido, que não pode ser modificado.

“Só porque isso é desconfortável para uma pessoa, não significa que temos que mudar. Jesus era um homem branco também. E esta é a verdade que temos, ele é uma figura histórica que é um fato comprovável, como é Papai Noel, e eu só quero que as crianças tenham esta noção. Como você pode rever um legado da história e simplesmente trocar Papai de branco para negro?”, questiona a âncora do Fox News.

Os comentários de Kelly podem ser vistos por meio de um vídeo do YouTube com o nome de “Megyn Kelly: ‘Santa Is What He Is,’ Which Is White”, que já possui quase um milhão de exibições.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]