Jovens cristãos se reuniram no último domingo, 10/06, para ajudar pessoas embriagadas que participavam da Parada Gay 2012, em São Paulo.

A ação idealizada pela Jocum (Jovens com uma missão), organização cristã protestante que desenvolve trabalhos missionários e evangelísticos, também acontece durante outras grandes festas populares na capital paulista, como Virada Cultural, Carnaval e Ano Novo.

Durante a Parada Gay, os jovens evangélicos usavam luvas cirúrgicas e encaminhavam pessoas ao posto médico para receberem atendimento, e aguardavam a recuperação dos embriagados, para então, conversarem sobre os motivos da bebedeira.

A jovem Carolina Muzy, 27 anos, afirmou à reportagem do jornal Folha de S. Paulo que o motivo de estarem presentes na Parada Gay é a necessidade de auxiliar o próximo: “A gente ajuda, enquanto as outras pessoas estão dançando”, disse.

A Parada Gay 2012 foi realizada com o tema “Homofobia tem cura: educação e criminalização” e de acordo com o DataFolha, reuniu menos que 10% do público previsto, com 270 mil pessoas participando da passeata.

A previsão inicial era de que 3 milhões de pessoas comparecessem ao evento, mas pela primeira vez na história a organização se recusou a divulgar o número oficial de participantes.

Em declarações aos veículos de imprensa, os responsáveis disseram que a edição 2012 foi “a maior da história”, embora a Polícia Militar não tenha confirmado essa informação.

[b]Fonte: Gospel+[/b]