O meia Kaká se manifestou depois da declaração de Juca Kfouri de que não perdoava o jogador por causa de uma polêmica envolvendo os dois na Copa do Mundo de 2010. A afirmação do jornalista foi dada ao [url=https://video25.mais.uol.com.br/16142245.mp4?ver=5&r=//mais.uol.com.br]UOL Esporte[/url].

[img align=left width=300]http://cdn.torcedores.com/content/uploads/2016/01/Kak%C3%A1-Orlando-City.jpg[/img]”Querido, Kfouri, eu te perdoo por todos ataques pessoais que você me fez! Jesus te ama e eu também!”, escreveu Kaká nas redes sociais.

Durante a Copa de 2010, Juca Kfouri escreveu uma coluna em que afirmava que Kaká estava com uma lesão no púbis e que poderia abreviar sua carreira se continuasse jogando no sacrifício pela seleção brasileira.

A afirmação de Juca incomodou Kaká. Durante o Mundial, o jogador interrompeu uma pergunta do repórter da ESPN André Kfouri, filho de Juca, para responder à coluna.

“A artilharia dele está voltada contra mim. Eu queria aproveitar a pergunta para responder às críticas que ele vem fazendo, e o que me deixa triste é que o problema dele comigo não é profissional, mas porque ele não aceita minha religião. Porque eu sou uma pessoa que segue Jesus Cristo. Eu o respeito como ateu, e gostaria que ele me respeitasse como [seguidor de] Jesus Cristo, como alguém que professa a fé em Jesus Cristo. Não só a mim, mas a todos os milhões de brasileiros que acreditam em Jesus Cristo”, afirmou Kaká à época.

[b]Fonte: UOL Esporte[/b]