O Juizado Especial Cível da comarca de Barra de São Francisco, no Espírito Santo, determinou a extinção de ação de indenização movida por Hotto Fernando Spagnol de Oliveira contra a Folha e a jornalista Elvira Lobato, autora da reportagem intitulada “Igreja Universal chega aos 30 anos com império empresarial”, publicada em 15 de dezembro último.

Com esta decisão, o jornal já obteve 34 sentenças favoráveis em 89 ações ajuizadas em nome de seguidores da igreja.

Oliveira, que alegou ter sido ofendido com a reportagem, foi condenado a pagar multa por litigância de má-fé (uso do Judiciário para fins ilícitos).

Fonte: Folha de São Paulo