A juíza no Estado americano do Tennessee disse que o nome “Messiah” só pode ser usado por uma pessoa e “essa pessoa é Jesus Cristo”.

Uma juíza no Estado americano do Tennessee obrigou a troca de nome de um menino que era chamado de “Messiah” (“Messias”, em português) para “Martin”, segundo notícia do canal de televisão WBIR-TV.

Segundo a TV, a juíza Ann Ballew disse que o nome “Messiah” só pode ser usado por uma pessoa e “essa pessoa é Jesus Cristo”.

Os pais da criança estavam disputando no tribunal qual nome dar ao filho. A mãe escolheu “Messiah”, mas o pai se opôs à escolha.

Ao ouvir o nome dado pela mãe, a juíza ordenou que fosse trocado para “Martin”. O nome Martin DeShawn McCullough foi escolhido, por conter tanto o nome da mãe quanto do pai.

A mãe do menino, Jaleesa Martin, vai entrar com um recurso contra a decisão. Ela diz que Messiah combina também com o nome dos seus outros dois filhos: Micah e Mason.

O nome não é incomum nos Estados Unidos. Segundo uma lista compilada pelo serviço de Seguridade Social do governo americano, “Messiah” foi um dos nomes de bebê que mais cresceu em ocorrência em 2012.

[b]Fonte: BBC Brasil[/b]