Um documento encontrado exibia o logotipo “Missão Palavra de Paz” e enumerava itens como fraldas, cadeira de rodas e “enxoval’” sob o título “protocolo de saída”

Fiscais da coordenadoria estadual de fiscalização de propaganda do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) apreenderam nesta sexta-feira, no Centro Cultural Anthony Garotinho, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, cerca de 100 fraldas, fichas de grávidas com as datas previstas dos partos, 350 calendários com fotos do deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) — candidato ao governo do estado — e de membros da família, pastas, cartões de visitas e blocos da Câmara dos Deputados.

[img align=left width=300]http://og.infg.com.br/in/13626013-6ab-247/FT1086A/420/Garotinho.jpg[/img]Além disso, um documento encontrado exibia o logotipo “Missão Palavra de Paz” e enumerava itens como fraldas, cadeira de rodas e “enxoval’” sob o título “protocolo de saída”. Foram encontrados ainda 46 DVDs e cinco faixas trazendo imagens de Garotinho. Os responsáveis pela administração do local foram notificados e deverão retirar, em até 48 horas, qualquer material que faça menção ao candidato do PR. Procurada, a assessoria do candidato não comentou a apreensão do TRE.

A Missão Palavra de Paz é uma organização sem fins lucrativos de raiz evangélica que, conforme consta no site do órgão, foi inspirada no Programa Palavra de Paz, apresentado pelo ex-governador na rádio Gospel FM, e na editora Palavra de Paz Produções, que edita os livros lançados por Garotinho. A editora distribui, através do Catálogo Palavra de Paz, materiais com conteúdo “educativo e evangelístico, em forma de literatura cristã, CDs e DVDs por todo o território nacional”, como consta no site. Há ainda uma loja virtual da empresa que vende, além de livros evangélicos, itens como mochilas e canecas. A outra ramificação da Missão Palavra de Paz é a Caravana Palavra de Paz, que promove shows de música evangélica por todo o estado do Rio.

Segundo informações do TRE, o Centro Cultural Anthony Garotinho tem laboratório de informática e uma sala de premiações onde, segundo o site da instituição, “os visitantes têm a oportunidade de conhecer um pouco da trajetória política e cultural de Anthony Garotinho, através de placas, certificados, medalhas, além de uma infinidade de diplomações, moções e títulos nacionais e internacionais”.

A coordenadora de fiscalização de propaganda eleitoral, a juíza Daniela Assumpção de Souza, disse, em nota, que a operação teve que ser iniciada porque a 75ª zona eleitoral de Campos, “não tomou providências”. O município, governado por Rosinha Garotinho, é o principal reduto eleitoral e berço político do candidato ao Palácio Guanabara.

[b]Fonte: O Globo[/b]